22 outubro 2021

01 outubro 2021

Publicação de livro "Novos campi brasileiros: processos e impactos" traz contribuições para a universidade brasileira.

Foi lançado em setembro de 2021 o livro "Novos campi brasileiros: processos e impactos", co-organizados por mim e pela Arq. Elaine Saraiva Calderari da Universidade Federal de Uberlândia.

Conforme informa sua sinopse, na Biblioteca da Universidade de Brasília (UNB), onde está a disposição para ser baixado:

'Novos campi universitários brasileiros: processos e impactos', é uma coletânea de estudos que envolve pesquisas sobre nove universidades federais criadas ou expandidas no período de 2004 a 2014. Ele é fruto da reunião de 26 autores (professores, pesquisadores e gestores) atuantes nessas instituições que se dispuseram a trazer à luz aspectos dos processos de implantação que tiveram como propulsor o Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). Os casos reportados nesse livro se debruçaram sobre o impacto político físico, econômico, social e ambiental no meio em que se implantaram (cidades e regiões), buscando narrar os contextos, os processos e os primeiros resultados desse grande movimento de expansão e interiorização da educação superior brasileira nesse período".

O livro conta com o prefácio de Clare Melhuish, coordenadora do Urban Laboratory da University College London, com quem esse autor teve a oportunidade de desenvolver a pesquisa pós-doutoral em 2019.  



21 junho 2021

Debate e pré-lançamento do livro "Novos campi universitários brasileiros: processos e impactos".

 Na sexta-feira, 25 de junho, será realizada uma mesa de debates durante o Congresso Unifesp 2021, na qual alguns dos autores do livro "Novos campi universitários brasileiros: processos e impactos", falarão sobre esse tema.


O livro que, em breve será disponibilizado para o público acadêmico e em geral, será comentado por alguns de seus coautores, como Anita Kurka, Cláudia Fegadolli e Pedro Arantes (Unifesp); Caio Frederico e Silva (UNB), Cecília Angileli (Unila), Klaus Alberto (UFJF), além desse blogueiro, Joel, que á autor de alguns capítulos (UFABC e UFSB) e organizador do livro junto com Elaine Calderari (UFU).

Conforme os dados do card publicado, para acesso à sala on line, basta seguir o link: https://congresso.unifesp.br/agenda/25-06-21/48/


01 junho 2021

CC discute as Relações Sociais e Políticas na Contemporaneidade

 No momento atribulado, esquisito e, muitas vezes, incompreensível em que estamos vivendo nesses idos de 2021, ministrar o componente curricular Relações Sociais e Politicas na Contemporaneidade, traz para mim e os estudantes de duas turmas da UFSB uma oportunidade de estudar e tentar entender o mundo contemporâneo sob a lente de alguns pensadores que tratam dos subtemas aqui implícitos.

Para nos acompanhar teremos os autores Eric Hobsbawm, Norbert Elias, Guy Debord, Zygmunt Bauman, André Lemos e Carla Akotirene:

 Durante o quadrimestre estudaremos alguns dos temas previstos na ementa do CC: Questões sociais, culturais e políticas do pensamento social contemporâneo; Relação indivíduo e sociedade; Igualdade e diferença; Identidades e alteridades; Marcadores sociais da diferença: gênero, classe e raça; Dominação, poder e violência simbólica; Modernidade e pós-modernidade; Democracia e pensamento pós-colonial; Genealogia do Poder e Biopolítica.

Junto a esses temas inserimos as novas possibilidades de interações sociais e políticas no contexto da cibercultura. São autores e textos dificeis mas necessários para nos auxiliar nesse debate. Vamos lá, estudantes!

12 abril 2021

Palestra na FauMack discute o papel do arquiteto na sociedade

A convite do professor e arquiteto Celso Sampaio, estive no dia 8 de abril palestrando em uma aula da disciplina 'Tópico especial: habitação é central' da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. Celso é responsável pela disciplina junto com os professores Débora Sanches e Paulo Buarque. 

O tema da aula foi "Arquitetos militantes e assessorias técnicas", conforme o card abaixo.



Tratava-se de apresentar algumas experiências de projetos, obras e concepções de políticas públicas em arquitetura e urbanismo, fruto de nosso trabalho na AD - Ação Direta - Assessoria em Habitação aos Movimentos Populares, de 1989 a 1993. A apresentação "Habitação é Central. O arquiteto em atuação (multidisciplinar) em arquitetura participativa e extensão universitária", que foi utilizada nessa aula está disponível.

Foi uma oportunidade de rever um grande amigo do período de intenso trabalho técnico como arquitetos engajados, ou militantes, que na atualidade seriam conhecidos como "ativistas".

22 março 2021

Lançamento do Livro: "Universidade popular e encontro de saberes".

Este 22 de março foi marcado pelo lançamento do livro "Universidade popular e encontro de saberes" (Edufba/2021), em evento ON LINE sob a coordenação dos organizadores, Profs. Gustavo Gonçalves e Rosângela de Tugny.

O livro, do qual fizemos parte contribuindo com a elaboração do capítulo "Políticas de ações afirmativas e de apoio à permanência: avanços e retrocessos da UFSB (2014-2018)", reúne 60 pessoas, em 30 textos de autoria de professores e ex-professores da UFSB e parceiros acadêmicos e nos movimentos populares.



21 fevereiro 2021

Fevereiro de 2021: de volta às aulas ON LINE. Universidades dão o exemplo de responsabilidade social.

 Estamos reiniciando na UFSB, na semana de 22 de fevereiro de 2021, as aulas do quadrimestre 2020.3, ofertadas tardiamente neste quadrimestre 2021.1.

Trata-se de um retorno que todas as pessoas - professores, estudantes, familiares, comerciantes, prestadores de serviços - gostariam que fosse de maneira presencial. Há um consenso de que seria melhor para o aproveitamento das aulas e para todo o cenário que envolve a educação superior. 

Acredito que o formato on line traz elementos novos, importantes e saudáveis para os debates relacionados à qualidade da educação superior. Como a maioria dos temas da atualidade, formam-se os "flasflus" de posições contrárias. De um lado, há os que se consideram defensores da verdadeira educação na qual a presença do docente numa sala de aula em frente aos seus alunos é imprescindível e condição fundamental do processo educativo. Do outro, quem se deslumbra com as TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação), acha que o futuro já chegou e que temos que lidar com ele de maneira a aproveitar o potencial dos MOOC (Massive Open Online Courses ou Cursos Abertos On Line e Massivos, em português). 

UFSB divulga a publicação do livro "Novos campi brasileiros: processos e impactos" em seu site.

 Fui publicada hoje, 22 de outubro, no site da UFSB a informação do lançamento do livro "Novos Campi brasileiros: processos e impactos&...